fbpx

Pontos de vendas físicos são essenciais para relacionamento com consumidores, diz diretora da Maybelline

Redação Latam Retail Show

Redação Latam Retail Show

Fique por dentro das notícias que saiu na midia

A cada dia, os vendedores dos quiosques da Maybelline ouviam pedidos dos consumidores para trazer ao Brasil o Instant Anti Age Eraser, corretivo queridinho da marca, revelou Barbara Fortes, diretora de varejo da da Maybelline e Nyx, durante o Latam Retail Show.

No entanto, o produto precisaria ser importado e custaria o dobro do preço dos corretivos já vendidos e, por isso, a empresa resistiu por muito tempo. Quando finalmente decidiu fazer um teste e vender o produto, ele se esgotou em dois meses. “Deveríamos ter ouvido as consumidoras antes”, disse.

Agora, a marca espera aprender com o seu erro e ouvir pedidos e reclamações das consumidoras. Para a diretora, essa é, inclusive, a principal vantagem de ter pontos de venda físicos, como os mais de 170 quiosques da marca pelo Brasil.

O formato foi criado em 2011 para ter um ponto de contato com os consumidores. A empresa, que faz parte do grupo L’Oréal, já tinha diversos canais de vendas, como lojas de departamento, farmácias e marketplaces.

Um dos receios ao criar o quiosque era a canibalização dos outros modelos de venda. No entanto, com a abertura deles, as vendas dos revendedores nos mesmos shoppings cresceram cerca de 40%, afirmou Fortes. Segundo ela, as lojas físicas reforçam a marca e impulsionam as vendas também em outros meios.

Fonte: Exame.com